Site de Relacionamento

relacionamento
Site de Relacionamento
29 votos
Share Button

Eu entrei num site de relacionamentos a procura de um romance. Recebi mensagens e até conversei com alguns caras, mas até então nenhum deles me interessava. Então resolvi dar uma olhada na parte de afinidades e o vi, com uma foto de perfil atraente e perfil mais ainda. Não estando acostumada a dar o primeiro passo, resolvi deixar um “oi”; até que ele respondeu e me mandou seus contatos. Mas e a coragem de ligar novamente? Mandei uma mensagem avisando que isso tudo era novidade pra mim. Ele respondeu dizendo que para que eu ficasse a vontade. Quando eu li isso, por alguma razão, mexeu comigo.

Logo pela manhã de segunda-feira, por volta das 7h30, com o coração na mão, eu pensei em mandar um SMS, se ele tiver interessado vai responder. Não demorou muito ele respondeu que ficou feliz por eu ter mandado a mensagem. Fiquei animada. Ansiosa pra saber o próximo passo. Até que, estava eu distraída com o trabalho, quando o celular toca. olhei o número e vi que não conhecia; a distração era tanto que nem pensava na possibilidade de ser ele. Quando eu disse “Alô?” ele disse:

— Alô, bom dia. Tô falando com a gata tímida?

Minhas pernas tremeram, meu coração disparou e, nossa!, que voz, eu pensei comigo. Então as conversas foram aumentando e o interesse por parte dos dois também, até que a química era tão forte que as mensagens já eram sexuais. Tínhamos que marcar logo o encontro.

Quando chegou o dia, eu estava tão ansiosa que fiquei menstruada na véspera do encontro e com medo dele desistir. Liguei horas antes, com o coração na mão, mas ele me tranquilizou perguntando se ao menos eu deixaria ele chupar meus seios eu já estava ansiosa. Eu queria dar, mas estava com cólica. Quando finalmente estávamos cara a cara, eu estava tão nervosa que fomos tomar café e ele ficou tão encantado comigo que falava baixinho:

— Você é linda, vou te pegar de jeito. Vamos tomar um banho bem gostoso!

De lá fomos para o motel. Na minha cabeça ele não iria chegar perto da cintura para baixo. Engano meu. Percebendo meu nervoso, misturado com vergonha, ele foi me massageando e me beijando. Aí eu fui relaxando. Quando menos esperei, ele estava me despindo todinha. Aí fui tirar a camisa dele, mas ele estava tão excitado que ele mesmo terminou de tirar a roupa, rapidamente. Mas quando ele tirou a cueca que eu vi aquele cacete grande e grosso, com as veias saltando e doido pra me foder. Fiquei assustada, dizendo pra que ele iria me rasgar. Ele rio, puxou meus cabelos e cai de boca no peru dele. Nossa, é muito grosso, mal cabe na minha boca. E ele se divertindo.

Com o meu espanto e excitação, depois ele sugou meus seios e tirou minha calcinha. Aí foi que fiquei mais excitada; misturada com assustada, tentando adivinhar o que ele iria fazer, já que estava literalmente sangrando. Ele me virou e me colocou de quatro em direção à piroca dele e eu já estava gemendo e gritando:

— Você vai arriscar? — e ele brincando com os dedos.

— Me dá esse cuzinho. Dá?

Eu já estava arriada, nua diante daquele pau grego. Empinei a bunda e disse:

— Todo seu.

Ele continuou sondando meu cuzinho. Viu que é fechadinho. Pedi que fosse com calma. Ele veio com os dedos massageando. Então ele encostou a cabeça do pau e eu gemi. Ele veio devagar, devagarinho. Tirou e botou até que… ui!

— Caralho, você vai me rasgar!

Ele começou a meter fundo, enterrando seu pau grosso e maravilhoso; socando até o final. E gritando:

— Minha puta, de quem é esse cu?

— É seu, mete! Mete mais! — eu gemia.

Então gozamos juntos. Nunca tinha gozado pelo cu, foi maravilhoso. Mas ainda queria que ele invadisse minha buceta, que estava latejando. Mas me segurei.

Tomamos um banho gostoso e continuamos o contato e mensagens. Encontramo-nos novamente, dessa vez sem empecilho. Só de ouvir a voz dele eu já ficava excitada. Minha calcinha molhada só de lembrar daquele cacete. A vontade era tanta que nem deixei ele começar o oral e já fui pedindo pra me rasgar e foder minha boceta, que já estava melada. Quando ele passou a mão, ele viu que eu não estava aguentando mais. Então puxou minhas pernas e abriu com uma pegada maravilhosa, dizendo que ia esfolar minha boceta e meter muito no meu cu. Eu, eufórica, agarrei-o enquanto a piroca entrava devagarinho.

— Nossa! Ai! Meu puto, me rasga; me fode; me fode; não pare; não pare!

Depois ele veio chupando meus seios, que parecia que ia arrancar. Com a mão toda dentro da boceta, parecendo que estava tocando meu útero.

— Você está invadindo meu corpo — eu gritava.

Pedi para ele tirar a mão e colocar o cacete, que estava cada vez mais duro. Então ele revezava. Até que me virou batendo na minha bunda com a marquinha pequena do biquíni. Isso deixou ele doido e gritando:

— De quem é esse cu, sua puta?

E eu empinando a bunda e confirmando que ele poderia fazer o que quisesse com ela. Ele veio com fome e meteu a mão no meu cu. Eu gemi mais, até que veio seu pau.

— Não pare, eu quero mais! Mete esse caralho; me fode, seu puto!

Ele foi mais forte e foi socando até o talo. Eu só via no espelho. Que homem gostoso! Maravilhoso; lindo. Atrás de mim e me fodendo com vontade; com prazer. Juntos gememos e juntos gozamos. Gozei pelo cu novamente.

Fomos tomar um banho e ficamos conversando um pouco, mas o tesão e a vontade eram tão grandes que mesmo toda fodida eu queria mais daqueles beijos. Queria aquele pirocão dentro de mim e eu me prendi no pescoço dele, pedindo para me foder novamente. Ele ficou de pé e eu fui no pau dele, chupando — ainda pegando o jeito, porque senão além de rasgar minha boceta e o meu cu, iria a minha boca também. Dali ele gozou na minha cara. Senti aquele leite quentinho sobre o meu rosto. Ele me sentou, agarrou meus seios por trás me beijando e sua mão na minha boceta me masturbando. Eu gemi na boca dele e deitei novamente, implorando por aquele pau no meu cu. Ele segurou meus braços e fodeu gostoso. Foi fodendo e deixando minha boceta latejando de novo. Então virou e caiu de boca nela. Gozei com sua língua, enquanto ele brincava com minha bocetinha, que já estava ficando inchada. Enfim, gozamos juntos várias vezes.

~~~

Conto escrito pela leitora que preferiu não se idenficar.

Desculpem o atraso nos contos. Esse semana haverá contos todos os dias, vai que assim você, leitor, não nos perdoa. ;)

Summary
Article Name
Conto Erótico - Site de Relacionamento - Jardim do Prazer
Description
Resolvi entrar num site de relacionamento para conhecer alguém para um romance. Mas eis que encontro o rapaz perfeito para ótimas aventuras.
Share Button
- w5 - top8