Rafael estudando em casa

rafael-estudando-em-casa
Share Button

 

Tenho 16 anos e sou de uma família muito tradicional de uma cidade do interior de Goiás. Sempre estudei em escola particular.

Na minha atual escola, tem um menino, que vou chamá-lo de Rafael. O qual eu já fui apaixonada. Ele voltou a estudar comigo esse ano, e quando o vi, estava determinada a conquistá-lo. Ao decorrer do ano, Rafael e eu nos tornamos muito amigos, e toda sexta-feira ele vem aqui para casa estudar. Numa dessas sextas, ele disse que estava gostando de uma menina muito linda e que essa menina era eu. Nós ficamos aqui mesmo, escondido da minha família, é claro.

No outro dia na escola, como nós sentávamos um do lado do outro, não paramos de nos encarar e trocar sorrisos, e junto com outra amiga, começamos a falar sobre sexo. Falamos sobre quem eram os virgens da nossa sala. Falamos um por um deles e na hora que chegou na vez dele, ele admitiu ser. Eu fiquei louca quando ele disse isso. Na sexta-feira seguinte, sabendo que meus pais e nem meus irmãos estariam em casa, coloquei um vestido bem justo e bastante decotado. Sou alta, branca e os cabelos longos, cor de mel e bem lisos. E tenho um corpo de deixar muita mulher mais velha com inveja, bundão, peitão e curvas muito bem definidas. Quando o Rafael chegou, ele me olhou de cima em baixo e disse que estava linda. Enquanto estudávamos percebi que ele não parava de olhar para meu decote.

(mais…)

Share Button

Minha prima cresceu!

minha-prima-cresceu
Share Button

 

Me chamo Stefani, tenho 28 anos e nunca havia me sentido atraída por uma mulher e acabei me envolvendo com minha prima que vi crescer desde pequena.

Bia sempre foi muito precoce e vivia me contanto seus casos e rolos nos mínimos detalhes. Ouvia com muita excitação e confesso que muitas vezes ficava com certa inveja por ser mais velha do que ela e nunca ter vivenciado metade daquelas fantasias.

(mais…)

Share Button

Fotos para meu sogro

fotos-para-meu-sogro
Share Button

fotos-para-meu-sogro Conheci o Alberto no primeiro ano de Faculdade, nos apaixonamos e começamos a namorar. Não demorou para ele querer me apresentar para a família.   Quando entrei naquela casa fiquei maravilhada, sabia que a condição deles era boa, mas não imaginei que fosse tanto. Estavam todos me esperando, menos meu sogro, que ainda estava no trabalho e ia se atrasar. Minutos depois ele chegou e não conseguia disfarçar os olhares para mim. Eu nunca havia olhado para um cara mais velho daquele jeito, ele me olhava e eu tremia. Ele, por sua vez, me encheu de elogios perto da família toda. Disse que seu filho tinha ganho na mega-sena. Conforme o embalo da noite, ele foi bebendo e bebendo, sem parar de me olhar e sem disfarçar. Por algumas vezes percebi que Lourdes, minha sogra, olhava para ele com expressões feias. (mais…)

Share Button

Aula de Culinária

culinaria2
Share Button

Aula de Culinária

É mesmo estranho como conseguimos encontrar pessoas interessantes em situações inusitadas. O cenário deste encontro foi, no mínimo, estranho. Era uma aula de culinária. Eu nunca havia fritado um ovo. No máximo fiz algumas garrafas de café. Mesmo assim consegui fazer bagunça e resolvi que era hora de começar a me virar neste território tão inóspito. Nunca entendi como as pessoas conseguiam extrair sabores de alimentos esquisitos, mas achava isso uma bruxaria interessante. E lá fui eu, me matricular em uma aula para iniciantes na cozinha.

A escola ficava em um local afastado do centro da cidade, em um galpão que antes funcionava como uma cozinha industrial. Atualmente a empresa mudou suas instalações e resolveu aproveitar este espaço para dar cursos, utilizando seus produtos. É uma forma interessante de propaganda, pois sempre achamos que aquele produto é que é o “segredo do chef” e acabamos utilizando sempre o mesmo ingrediente em nossas receitas. Bom, pelo menos eu vejo as pessoas que cozinham agindo assim.

(mais…)

Share Button

Curtinhas – Do Bate-papo à Minha Cama

bate-papo
Share Button

Do Bate-papo à Minha Cama

Eu sou a Nanny, uma gordinha muito fogosa de seios fartos e bunda grande. Sou uma pessoa muito extrovertida, faço amizade rapidamente. Sempre que posso, entro em salas de bate-papo, também. Em um belo dia, comecei a conversar com um rapaz quinze anos mais novo que eu. Ele me falava coisas excitantes. Meu fogo foi aumentando até que ele perguntou se podia vir até aqui na minha casa. Louca de tesão disse que ele poderia. Então Lucas veio.

Nossa que delicia de rapaz! Moreno com um mastro delicioso. Beijamo-nos e começamos as preliminares. Hum! Que delícia! Chupei ele como uma louca. Ele delirava e acariciava minha xota. Até que não aguentavamos mais; ele veio e colocou seu mastro na minha xota. Pedi pra ir devagar, pois fazia uns dez anos que eu não transava. Ele foi ao delírio, pois estava bem apertadinha. Mais tarde ele me pediu para comer meu cuzinho. Relutei, pois nunca tinha dado a ninguém.

(mais…)

Share Button